AUSÊNCIA DA BÊNÇÃO, DE QUEM É A CULPA?

Publicado: maio 17, 2013 em Uncategorized

Imagem

“Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir.” Isa. 59.1

Não sou daqueles que invariavelmente relaciona a ausência das bênçãos do Senhor por causa de uma vida de pecados. Não sou daqueles que invariavelmente atribuem uma tragédia na vida de alguém por causa de pecados que aquela vítima estava cometendo. Muitas vezes a ausência das bênçãos tem a ver com algum tipo de tratamento que Deus está destinando a alguém e, muitas vezes também, alguma tragédia na vida de um crente tem a ver tão somente com a soberania de Deus e não com pecados que aquela pessoa tenha cometido.

Mas aqui o caso é diferente. Isaías está falando em nome do Senhor e parece que Ele quer justificar algumas coisas. Ele começa dizendo para o povo de Israel que Deus não está operando em suas vidas não é porque o Seu poderoso braço está encolhido, ou porque os seus ouvidos estão surdos. Na verdade, para entendermos o versículo primeiro temos que ler, no mínimo, o segundo versículo. E o segundo versículo vai dizer claramente o porquê do povo de Israel não estar experimentando as bênçãos e os livramentos do Senhor, vejam:

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.”

Isaías, falando em nome do Senhor, como que chama o povo de Israel a uma reflexão sobre as tragédias e angústias pelos quais eles estavam passando, e diz: NÃO É CULPA DE DEUS, NÃO! É CULPA DAS VOSSAS INIQUIDADES! É como se Isaías estivesse dizendo: O nosso Deus continua poderoso e pronto a operar maravilhas em nosso meio, mas o que está impedindo dEle agir são os VOSSOS PECADOS.

Se observarmos os versículos seguintes isso ficará mais claro ainda quando ele diz:

“Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos, de iniquidade; os vossos lábios falam mentiras, e a vossa língua profere maldade. Ninguém há que clame pela justiça, ninguém que compareça em juízo pela verdade; confiam no que é nulo e andam falando mentiras; concebem o mal e dão à luz a iniquidade.V. 3 e 4

Devemos tirar lições desses episódios do passado, meus prezados irmãos! Nós devemos reavaliar as nossas vidas e procurar descobrir se nossas atitudes não estão fazendo separação entre nós e o nosso Deus.

O nosso Deus não mudou – Ele continua amoroso e poderoso.

O nosso Deus quer derramar suas bênçãos sobre nós, mas o nosso Deus continua odiando o pecando e tratando severamente com o pecador.

Que façamos nossas avaliações para podermos receber os livramentos e as bênçãos das dadivosas mãos do Senhor. Amém.

Pr. Élio Morais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s