TU ÉS A MINHA ESPERANÇA!

Publicado: novembro 21, 2019 em Uncategorized

“Dá-me a conhecer, SENHOR, o meu fim e qual a soma dos meus dias, para que eu reconheça a minha fragilidade. Deste aos meus dias o comprimento de alguns palmos; à tua presença, o prazo da minha vida é nada. Na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é pura vaidade. Com efeito, passa o homem como uma sombra; em vão se inquieta; amontoa tesouros e não sabe quem os levará. E eu, Senhor, que espero? Tu és a minha esperança.” Salmo 39. 4-7

Nesse salmo, especialmente em seu início, somos provocados a uma reflexão sincera sobre a TRANSITORIEDADE DA VIDA. O salmista, com muita propriedade, nos informa que a nossa vida se resume a alguns palmos de comprimento e, como uma sombra, ela passa diante de nós de uma forma inexoravelmente rápida. E no interregno de uma vida tão passageira o que temos e o que fazemos, segundo o salmista, é pura vaidade.

Diante do exposto, o salmista fará uma pergunta retórica, que cumpre então o objetivo de nos fazer refletir: “E eu, Senhor, que espero? Tu és a minha esperança!”

Quando o salmista responde que o SENHOR É A NOSSA ESPERANÇA, deve trazer-nos um tremendo alento saber que Ele é Aquele que nos dá força e ânimo para viver os dias maus de nossa época! Ele é aquele que nos dá esperança para uma vida além desta vida e que, ao contrário desta, será uma vida eterna e sem vaidade alguma, porquanto no Céu não haverá pecado e, por conseguinte, a vaidade, que é “aquilo que é vão, instável ou de pouca duração”, deixará de existir.

Viver a vida aqui nesse mundo na perspectiva de que há uma vida eterna gloriosa com o Senhor no Céu nos fará viver com o coração cheio de esperança e com a certeza de que Jesus virá nos buscar. Essa foi a motivação dos servos do passado que deixaram suas famílias, suas igrejas, sua terra e seu povo, e ultrapassaram barreiras geográficas, culturais e linguísticas e nos trouxeram o “Evangelho, que é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.”

Mas há um outro lado que Deus quer que consideremos! Ao refletirmos sobre a transitoriedade da vida nós também precisamos nos lembrar de que há ainda UM NÚMERO ENORME DE PESSOAS, algumas muitíssimo próximas de nós inclusive, cujas vidas estão passando tão ligeiramente como a sombra, e que ainda nada sabem do Senhor Jesus e da Sua salvação maravilhosa, e que devemos, então, procurar de alguma forma sermos esses portadores da ESPERANÇA a estes que estão perecendo!

O nosso Senhor deseja que proclamemos em ALTO E BOM SOM que há um Deus todo poderoso que nos garante vida eterna por meio de Jesus Cristo, e que a transitoriedade desta vida faz todo sentido para aqueles que depositaram a Sua confiança na pessoa dEle, afinal, como peregrinos e forasteiros, passaremos esse tempo ligeiro olhando para o AUTOR E CONSUMADOR da nossa fé, na sua companhia, e com os nossos olhos fitos na nossa no futuro lugar da nossa habitação – nossa PÁTRIA CELESTIAL.

Sim, prezados, a vida passa muito rápido! Para nós que estão SALVOS, que maravilha, cada dia mais próximos da salvação e da vida eterna! Mas, para os que PERECEM, cada dia mais próximos de um implacável JULGAMENTO!

O que faremos diante do exposto?

Que o Senhor nos desperte!

Pr. Élio Morais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s